Dentre aqueles que compraram, 82% observaram que as publicações dos influenciadores eram sinalizadas como publicidade.

O mundo está em constante evolução e o rumo natural é que coisas como a tecnologia, a educação e a saúde evoluam em conjunto, e a compra e venda de produtos não fica fora dessa evolução, o que antes era feito por meio de anúncios em jornais, revistas, rádio e televisão, agora é feito por influenciadores digitais por meio de suas redes sociais.

Um estudo feito pela empresa de marketing de influência Spark em parceria com o Instituto de pesquisas QualiBest, apontou que 76% dos consumidores já compraram algum produto ou serviço por recomendação de um influenciador digital. Dentre aqueles que compraram, 82% observaram que as publicações dos influenciadores eram sinalizadas como publicidade.

O levantamento, produzido em agosto, foi realizado com 1.100 pessoas de todas as regiões do Brasil com objetivo de identificar a relação do público com influenciadores digitais. Rafael Coca, sócio da Spark, declarou que antes era comum um criador fazer uma publicação patrocinada e não divulgar que foi pago para isso, hoje isso significa transparência.

Os itens de beleza são os mais comprados a partir da indicação de um influenciador, com 52%, seguidos por livros e acessórios de moda, com 42%, na sequência estão alimentos e bebidas, com 30% e por fim, smartphones, com 29%. O levantamento também apontou que as redes sociais favoritas do público são Instagram e Youtube.

Share This